Uma criança com sotaque britânico, alegadamente com 4 anos de idade, já tinha sido protagonista num vídeo de propaganda do Estado Islâmico. Na altura, foi apelidado como “Jihadi Junior”. Mas agora a organização publicou um vídeo impressionante onde a criança detona explosivos colcoados num carro com quatro pessoas no interior, conta o Telegraph.

Antes da explosão, o rapaz, vestido com um camuflado militar e um lenço preto na cabeça característico dos militantes do ‘Daesh’, dirige-se para a câmara e diz: “Vamos matar os kuffars [infiéis] ali”. Depois, ao lado do carro em chamas, levanta o punho e afirma “Allahu akbar (Deus é grande)”.

Neste vídeo, que se presume que tenha sido filmado na cidade iraquiana de Raqqa, um homem com a cara tapada que acompanha “Jihadi Junior” ameaça o primeiro-ministro britânico David Cameron por contribuir para o combate contra os militantes jihadistas na Síria.

Sabe-se que esta criança é filha de uma mulher natural de Londres que se converteu ao Islão, tendo partido para a Síria há alguns anos.

Ainda no princípio do mês de janeiro, pouco tempo depois da publicação do primeiro vídeo onde aparece o rapaz, Henry Dane veio a público afirmar que é o avô de “Jihadi Junior”.