O título fugia há 14 anos. Desde 2002 que a Mangueira, fundada em 1928, não vencia o Carnaval do Rio de Janeiro. Aconteceu este ano.

Com um desfile intitulado “A menina dos olhos de Oyá”, numa homenagem aos 50 anos de carreira de Maria Bethânia, a escola de samba conquistou 269,8 pontos, ficando a pouca distância do segundo classificado, a Unidos da Tijuca, que reuniu 269,7 pontos, tal como o terceiro classificado, a Portela.

Apostados em terminar com o jejum de vitórias, o cortejo contou com a participação de figuras de peso a acompanhar Bethânia, como Caetano Veloso, Adriana Calcanhoto, Chico César, Zélia Duncan, Vanessa da Mata ou Ana Carolina.