Esta sexta-feira o presidente americano, Barack Obama, tomou uma medida para proteger uma vasta área no deserto da Califórnia. Os caminhos do deserto do Mojave, zona mais elevada do deserto da Califórnia, as Castle Mountains e a zona conhecida como Sand to Snow vão ser assim elevados a monumentos nacionais, o que permite juntar a área envolvente a uma outra zona, que inclui o chamado “Vale da Morte”, o parque Joshua Tree e a Mojave National Preserve, que é já protegida.

No total, esta área abrange mais de 700 mil hectares, tornando este o segundo maior deserto do mundo em preservação – apenas o Parque Nacional de Namib-Naukluft, na Namíbia, é maior.

Esta medida foi proposta pela senadora americana Dianne Feinstein, que tem lutado por incluir na California Desert Protection Act (documento que elevou o Vale da Morte e o Joshua Tree a parques nacionais e criou o Mojave National Preserve), de 1994, as zonas que ainda não estavam protegidas, conta o LA Times.

Assim, este ano, Feinstein e alguns grupos ambientalistas pediram a Obama que criasse estes monumentos de maneira a formar novas zonas biológicas.

Com esta decisão, Barack Obama torna-se também no presidente americano que mais áreas protegeu na história do país.