O Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos (STI) diz que as repartições das Finanças simplesmente não conseguem dar conta de tantos pedidos de contribuintes que necessitam de ajuda para verificar, validar ou colocar faturas no site “e-fatura”.

À TSF, Paulo Ralha, presidente do STI, garante que “é humanamente impossível satisfazer todas as pretensões dos contribuintes nesta matéria” isto porque “não existe capacidade humana para dar resposta às solicitações”, apesar do reforço nas repartições para dar apoio a quem tem dificuldades em concluir o processo na Internet. Ou seja, Ralha alerta para as dificuldades em apoiar, dentro do prazo, pessoas que têm de verificar uma grande quantidade de faturas recolhidas durante o ano de 2015.

Apesar de tudo, os contribuintes portugueses têm até dia 15 de fevereiro para validar as suas faturas relativas ao ano passado. Por isso, Paulo Ralha defende já um adiamento do prazo para a validação de faturas.

A juntar a tudo isto têm estado algumas falhas do sistema informático das Finanças ocorridas nos últimas dias. Por isso, e numa tentativa de resolver a situação, ficou-se já a saber que o sistema não vai funcionar novamente esta sexta-feira entre as 12h30 e as 13h30.