O Instituto Nacional de Estatística (INE) deve confirmar hoje que a economia portuguesa cresceu 1,5% em 2015, em linha com o previsto pelo Governo e antecipado por analistas contactados pela agência Lusa.

O INE divulga hoje a estimativa rápida referente às contas nacionais trimestrais do quarto trimestre de 2015, apresentando a evolução do Produto Interno Bruto (PIB) no conjunto do ano passado.

Segundo os economistas dos bancos Montepio, BPI e BBVA e do Núcleo de Estudos sobre a Conjuntura da Economia Portuguesa (NECEP), da Universidade Católica, contactados pela Lusa, o PIB deverá ter crescido 1,5% em 2015 face ao ano anterior.

Apenas o Grupo de Análise Económica do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) tem uma estimativa mais pessimista, antevendo que a economia portuguesa tenha crescido 1,3% em 2015 face ao ano anterior.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Esta estimativa, a confirmar-se, revela que o crescimento económico no ano passado ficou em linha com o antecipado pelo Governo, que no relatório do Orçamento do Estado para 2016 (OE2016) assume um crescimento económico de 1,5% no ano passado, mas ligeiramente abaixo do previsto pelo anterior executivo PSD/CDS-PP, que previa uma melhoria do PIB de 1,6%.

Os analistas aguardam a divulgação de hoje pelo INE para atualizarem também as suas perspetivas para 2016, isto porque, embora estimem que a economia cresça 1,8% este ano, conforme antecipa o Governo, admitem rever em baixa as suas estimativas devido a uma “certa surpresa na política orçamental” e à incerteza no contexto internacional.