A polícia belga terá desmantelado uma célula de recrutamento do autoproclamado Estado Islâmico esta terça-feira. O procurador do país diz que a operação terminou com a detenção de 10 pessoas para interrogatório esclarecendo que os suspeitos não estão diretamente ligados aos atentados de Paris no dia 13 de novembro, noticia a Agência Reuters.

Em comunicado, os procuradores belgas dizem que “a nossa investigação aponta para que várias pessoas foram para a Síria para se juntarem ao Estado Islâmico”. Para além das detenções as autoridades terão também apreendido computadores e telemóveis.

Sob ordens de um juiz, a polícia terá então efetuado uma rusga a 9 casas, na manhã desta terça-feira, nos distritos de Molenbeek, Koekelberg, Schaerbeek e Etterbeek, dá conta também o jornal Le Soir.