O que fazer antes de dormir? A dúvida atinge muitos, que se debatem entre o entretenimento, o trabalho e o convívio em família. O site Business Insider fez uma lista com aquilo que alguns famosos e pessoas de sucesso fazem antes de ir dormir. E alguns exemplos podem servir como conselhos, se os quiser aproveitar.

Obama lê relatórios de trabalho à noite, mas também vê televisão

A ideia pode não ser a mais sugestiva para quem chega a casa tarde e precisa de adormecer rapidamente, já que a luz emitida por aparelhos como as televisões, os tablets e os smartphones dificultam é estimulante e pode ser um catalisador de insónias. Porém, para um serão descontraído, a ideia até pode ser boa.

Um dos seus partidários? Barack Obama. Em entrevista à Rolling Stone, citada pelo Business Insider, o presidente norte-americano revelou que quando consegue coincidir o horário gosta de ver o “The Daily Show”, um talk-show e programa humorístico dos EUA, durante a noite. Outra coisa que costuma fazer é ler relatórios de trabalho antes de ir dormir

Ler para enriquecer a mente

Ler antes de ir dormir é um programa ainda melhor do que ver televisão ou navegar pelas redes sociais, defendem muitos. E até provoca menos insónias, já que evita o contacto com as estimulantes luzes LED emitidas por dispositivos móveis (como computadores ou telemóveis).

Entre os partidários desta técnica está Bill Gates, por exemplo. O cofundador da Microsoft “lê pelo menos uma hora todas as noites”, segundo o Business Insider. E, nos anos 1990, chegou mesmo a dizer ao jornal Seattle Times que considera a leitura noturna “parte do processo de adormecer”. Dois em um, portanto: por um lado enriquece a mente, por outro evita as insónias.

A leitura também pode servir para outros fins: o CEO da empresa de média AOL, Tim Cook, aproveita-a para conviver em família, em particular com os filhos, já que tem a prática de ler livros às suas duas filhas mais velhas.

Desligar-se do trabalho

Entre alguns empreendedores de sucesso norte-americanos, há quem defenda que é absolutamente necessário desligar-se do trabalho à noite, ao chegar a casa. É o caso de Joel Gascoigne, fundador e CEO da Buffer, uma empresa que ajuda quem trabalha em marketing e publicidade a gerir de forma mais eficaz as suas contas em redes sociais. O que não implica ter um programa noturno leve e pouco enriquecedor, como afirmava em 2011, no seu blogue:

Uma vez na cama, não leiam livros que se relacionem com o vosso trabalho, seja de que maneira for. Para mim, isto significa ler [obras de] ficção

Uma lista de coisas para fazer no dia seguinte

Muitas vezes, um dos grandes problemas para adormecer é a ansiedade que se sente relativamente a algum trabalho ou problema. O stress e a falta de tempo, em particular, perturbam o sistema nervoso e tornam mais difícil as tarefas de adormecer e ter uma noite de sono descansada.

Exemplos de alguém de sucesso que o faça? Kenneth Chenault, CEO da American Express, opta por escrever três coisas que tem de fazer no dia seguinte, segundo o Business Insider. A receita é recomendável: afinal, uma gestão mais eficientes dos prazos de trabalho e da agenda diária só traz benefícios.

Uma caminhada noturna

Agora talvez não seja a altura indicada, já que as temperaturas (pelo menos em Portugal) têm descido nos últimos dias. Mas pode ser uma receita a equacionar lá para a primavera, caso queira seguir o exemplo do fundador e CEO da Buffer, Joel Gascoigne. Quais são os benefícios? Explica Gascoigne no seu blogue:

Permite-me avaliar o meu dia de trabalho, pensar sobre os maiores desafios [que tem pela frente], ir parando gradualmente de pensar sobre trabalho e ficar cansado [o que acelera, depois, o processo de adormecer]”

Refletir nas coisas boas do dia e ir dormir bem-humorado(a)

Aqui chegamos a um exemplo mais antigo: Benjamin Franklin, um dos fundadores dos Estados Unidos, enquanto nação. Ao chegar ao fim do dia, segundo relata o site norte-americano, Franklin perguntava-se habitualmente: “O que de bom fiz hoje?”. Que benefício pode trazer? Para além da paz de espírito, a auto-motivação.

“Manter um diário de gratidão também recorda as pessoas do progresso que fizeram naquela dia, em qualquer aspeto da sua vida, o que, por sua vez, serve como uma chave para ficar motivado(a), especialmente quando se atravessa um período desafiante” da vida, explica Michael Kerr, um escritor e conferencista internacional, citado pelo Business Insider.

Trabalhar à noite, para alguns, é a solução

Há quem seja mais produtivo a trabalhar de manhã e há quem prefira trabalhar à noite. Um deles é o diretor de produto do Google, Keval Desai. “A única altura em que consigo estar sozinho para poder fazer trabalho que exija alguma concentração é quando o resto das pessoas que vivem em minha casa estão a dormir”, contou.