O grupo franco-holandês registou lucros líquidos de 118 milhões de euros no ano passado, contra perdas de 225 milhões de euros em 2014, de acordo com um comunicado.

O presidente do Conselho de Administração do grupo Air France-KLM, Alexandre de Juniac, que afirmou no início de janeiro, que espera esse retorno ao “verde”, atribuiu a reviravolta nos resultados às “medidas adotadas no âmbito do plano [de reestruturação] Transform 2015” e ao baixo preço dos combustíveis.

A Air France-KLM permanece, contudo, prudente para 2016, considerando que o “contexto global continua muito incerto”.