O general João Carvalho Cordeiro será o chefe da Casa Militar do novo Presidente da República, divulgou esta segunda-feira o gabinete de Marcelo Rebelo de Sousa, em comunicado enviado à Lusa.

Este general, piloto aviador, era um dos três mais bem colocados para subir a chefe de Estado-Maior da Força Aérea, cargo que fica vago no final do mês. Atualmente, é o representante militar em Bruxelas, junto da NATO e da União Europeia.

cordeiro

No texto enviado à agência Lusa refere-se que este oficial da Força Aérea “tem um longo percurso ao serviço das Forças Armadas portuguesas”. “Entre muitos outros postos, foi Comandante da Academia da Força Aérea e, desde julho de 2013, Chefe da Missão Militar junto da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO) e da União Europeia, em Bruxelas”, refere ainda o texto enviado pelo gabinete do Presidente eleito.

João Carvalho Cordeiro, de 57 anos, entrou para a Academia Militar em novembro de 1977. Concluiu o ‘brevet’ de piloto aviador na Base Aérea de Reese, nos Estados Unidos da América, em junho de 1983.

Após regressar dos Estados Unidos, foi colocado na Base do Montijo, onde obteve todas as qualificações nos caças Fiat G-91, um avião de caça ao serviço da Força Aérea até ao início dos anos 90 do século passado.