O Presidente da República eleito, Marcelo Rebelo de Sousa, vai inovar no dia da sua tomada de posse, a 9 de março. Isto porque, nesse mesmo dia, Marcelo vai dirigir-se a uma cerimónia inter-religiosa a realizar-se na Mesquita de Lisboa, noticia o Público na sua edição impressa desta terça-feira. O objetivo é promover um entendimento entre culturas e religiões, bem como chamar a atenção para a crise dos refugiados que tem abalado as fronteiras europeias. Esta iniciativa, inédita no país, contará também com a presença de cristãos de várias confissões religiosas, evangelistas, budistas, judeus ou até adventistas.

No entanto a inovação, de um Presidente assumidamente católico, não se fica por aqui. Para além da tradicional visita ao túmulo de Luís de Camões no Mosteiro dos Jerónimos, o Público conta também que Marcelo quer depositar outra coroa de flores neste caso junto ao túmulo de Vasco da Gama. Ora, com isto querer-se-á dar início a um mandato virado para a Comunidade de Países de Língua Portuguesa.