A olho nu parece que uma fénix esverdeada — essa criatura mitológica que renasce das cinzas para simbolizar a esperança — irrompe destemida pelos céus de Kaldarsel, na Islândia. Parece, mas este não é mais do que um retrato fantástico do poder da natureza.

A imagem da aurora boreal foi capturada pelo fotógrafo Hallgrimur P. Helgason, de 64 anos, que admitiu estar a fotografar há sensivelmente uma hora quando o espetáculo de luz assumiu a forma da mítica ave. “É realmente emocionante fotografar a aurora, especialmente quando elas são tão brincalhonas”, comentou Helgason, citado pelo britânico The Daily Mail.

Pelas suas características únicas, a imagem rapidamente se tornou viral e uma visita à rede social Twitter é o suficiente para o confirmar.

A aurora boreal resulta da colisão de partículas eletricamente carregadas libertadas pelo sol que, ao entrarem na atmosfera, colidem com gases como oxigénio e nitrogénio, tal como escreve o The Telegraph.