No próximo dia 20 de março, a matiné de domingo do Lux Frágil, em Lisboa, vai ter um gosto diferente. Todos as entradas irão reverter diretamente para a compra do quadro “A Adoração dos Magos”, do pintor português Domingos Sequeira. “Pela misteriosa encenação, pelo anúncio de modernidade, pelas figuras, ainda clássicas, que o céu fulgurante esbate, pela luz. Sobretudo pela luz”, refere o evento criado pelo espaço no Facebook.

Em outubro do ano passado, o Museu Nacional de Arte Antiga lançou uma campanha inédita de angariação de fundos para adquirir “A Adoração dos Magos”, no valor de 600 mil euros. Até 30 de abril, qualquer pessoa pode comprar “um pixel” do quadro e contribuir assim para a compra da obra de Domingos Sequeira, pintada em 1828 e atualmente na posse de um proprietário privado, descendente dos Duques de Palmela.

Apesar de a contribuição mínima ser de seis cêntimos, no Lux será de seis euros, que equivale a cem pixéis do quadro. Se, por outro lado, não sabe como ir vestido, o Lux Frágil dá uma ajuda — vá como “Sequeira”, que é o mesmo que dizer “como quiser”.