Se todos estivessem ao meu nível seríamos primeiros. Todos os anos, segundo a imprensa, parece que estou na merda, mas os números e as estatísticas não enganam.”

Foi com estas palavras que Cristiano Ronaldo decidiu responder aos jornalistas quando questionado sobre o seu rendimento, no final do jogo entre Real Madrid e Atlético de Madrid, que os merengues perderam por 0-1, dizendo assim um adeus quase definitivo ao título — o Barcelona está a 9 pontos e este domingo, se ganhar, fica a 12.

Ronaldo não foi meigo quando respondia a perguntas na zona mista e disse o que raramente se ouve os jogadores dizerem. Porque em vez do “vamos trabalhar mais”, Ronaldo decidiu chamar as coisas pelos seus nomes e afirmar que sem os melhores em campo não se consegue ganhar.

Que fique claro uma coisa, há que dizê-lo. Para ganhar uma competição temos que ter os melhores jogadores. E nós, infelizmente não temos os melhores, porque os melhores estão muitas vezes lesionados e isso é complicado. Não estou a menosprezar os que estão a jogar, porque são muito bons, mas os melhores não estão. É um facto, uma realidade. E assim é complicado. Está a faltar Bale, Pepe, Karim não está a 100%, Marcelo lesionado… É a nossa grande falha este ano.”

Para Zidane as palavras foram de elogio.

O Zidane não pode jogar… Mas está a fazer um trabalho fenomenal, é tranquilo, otimista. Há que dar-lhe tempo. Estou contente por trabalhar com ele.”

Ainda que existam muitos jogos pela frente, Ronaldo admitiu que o campeonato está perdido, e claroq eu perante este cenário acha normal que os adeptos estejam descontentes. Ainda assim, deixou uma palavra de optimismo:

Se os adeptos estão descontentes nós também. Queremos ganhar sempre, mas nem sempre é possível. Mas se ganharmos a Champions os adeptos vão mudar de opinião. Estou com esperança de que vamos ganhar a Champions.”

O Atlético de Madrid foi ao Bernabéu marcar um golo que lhe valeu três pontos. Griezmann, aos 53 minutos de jogo, marcou o único golo do derby.

Foi a primeira derrota de Zinedine Zidane como treinador do Real Madrid, mas foi uma derrota que pode ter custado o título. Com este resultado, os merengues estão agora a 9 pontos do Barcelona, líder isolado da Liga Espanhola. Mas este domingo essa distância pode aumentar para 12 pontos, já que o Barcelona tem um jogo a menos.

O Atlético de Madrid, por sua vez, reforça o segundo lugar da Liga Espanhola, mas ainda assim está 5 pontos dos catalães. E amanhã pode ficar a 8.