Vinte e seis mineiros, desaparecidos depois de uma explosão numa mina de carvão na Rússia, foram dados como mortos e as operações de salvamento acabaram, anunciou hoje a companhia que explora a unidade, dois dias depois do acidente.

“Segundo o conselho técnico especializado, as 26 pessoas que se encontravam na mina (no momento da explosão) não têm qualquer hipótese de sobreviver”, escreveu a porta-voz da Vorkoutaougol, que explora a mina de Severnaïa, localizada no norte da Rússia, numa informação dirigida à AFP.

“Acabaram as operações de socorro”, disse Tatiana Bouchkova.

As autoridades locais já tinham dado conta da morte de seis pessoas, cinco das quais pertenciam a equipas de resgate que tentavam encontrar os mineiros desaparecidos.