Cinco pessoas foram hoje de manhã resgatadas por militares da Guarda Nacional Republicana, depois de terem pernoitado na Serra da Estrela, devido à queda de neve que se fazia sentir, disse à agência Lusa fonte da GNR.

O grupo, quatro homens e uma mulher, com idades entre os 30 e 40 anos, resolveram fazer um percurso pedestre, na tarde de sábado, apesar de desaconselhados pela GNR.

“Ao fim da tarde, com o forte nevão, pediram ajuda, pois já não tinham condições para continuar. Como felizmente sabíamos o local onde estavam, foi relativamente fácil chegar ao pé deles. [Contudo] já não foi possível descer à Covilhã, porque não havia condições de segurança, e houve a necessidade de o grupo de resgate [da GNR] ficar com este grupo na casa da guarda, junto aos picos da torre”, explicou o tenente-coronel Tavares.

Segundo o comandante do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR, só hoje de manhã é que foi possível resgatar as cinco pessoas, com a operação a ser concluída cerca das 11:00.

“Só hoje de manhã, com a melhoria das condições, é que houve a possibilidade de, com a moto de neve, retirar de lá uma senhora, com cerca de 35 anos, que foi encaminhada para o hospital da Covilhã, enquanto os restantes quatro [elementos] deslocaram-se a pé até mais abaixo, onde foram depois resgatados por viatura”, explicou este oficial da GNR.

O comandante do GIPS acrescentou que a senhora se encontrava mais debilitada, com sinais de hipotermia e com fortes dores de costas, continuando ainda internada no hospital.

Para o hospital da Covilhã, foram também transportados os quatro homens, mas apenas por mera precaução.