O incêndio em dois armazéns de plástico prensado que deflagrou no domingo no antigo complexo industrial do Cachão, em Mirandela, no distrito de Bragança, já foi considerado dominado pelos bombeiros.

O comandante Noel Afonso, do Comando Distrital de Operações e Socorro (CDOS) de Bragança, disse à agência Lusa que o fogo foi dominado às 23h10 de domingo, tendo sido evitado que as chamas se propagassem a um terceiro armazém do complexo industrial.

Segundo o comandante Noel Afonso, apesar de o fogo ter sido dominado, os bombeiros ainda vão permanecer no local por algum tempo, pois ainda existem chamas ativas.

Este incêndio de grandes proporções deflagrou em Mirandela, no Complexo Agro-Industrial do Cachão. O alerta foi dado por volta das 19h00 deste domingo, segundo fonte dos Bombeiros Voluntários de Mirandela.

Contactado pelo Observador, o Comando Distrital de Operações de Socorro de Bragança garantiu que estavam 18 viaturas no local, bem como 50 operacionais — desses, sete viaturas e 20 homens pertencem à corporação dos Bombeiros Voluntários de Mirandela. Para além disso estiveram também operacionais das corporações dos bombeiros voluntários de Vila Flor, Macedo de Cavaleiros e Carrazeda de Ansiães.

Até ao momento não há feridos a registar, sendo que não se encontrava ninguém a trabalhar no momento em que o incêndio deflagrou. As labaredas consumiram dois armazéns de uma empresa com muitas toneladas de plástico prensado, de nome Mirapapel.

Já em 2013 o respetivo complexo — onde estão instaladas cerca de 10 empresas — foi alvo de um incêndio, que na altura foi combatido por várias corporações dos distritos de Bragança e Vila Real.

Artigo atualizado às 08h27 de segunda-feira