As autoridades norte-americanas abriram um inquérito preliminar sobre as emissões poluentes de veículos Mercedes-Benz que têm motores equipados com tecnologia diesel BlueTEC.

“Contactámos a Mercedes e pedimos os resultados de testes de motores a diesel nos Estados Unidos”, disse à AFP Julia Valentine, porta-voz da Agência para o Ambiente (EPA), confirmando declarações feitas pouco antes ao jornal alemão Handelsblatt por Christopher Grundler, responsável pela qualidade do ar na mesma agência.

Este pedido surge após ter sido apresentada, em meados de fevereiro, uma ação num tribunal de Illinois contra a filial da Daimler, indicou a porta-voz.

A queixa alega que a Mercedes-Benz concebeu um dispositivo específico que permite contornar as normas norte-americanas de poluição quando as temperaturas estão baixas.

Uma porta-voz do construtor automóvel alemão reiterou hoje à AFP que a queixa “não tem fundamento” e indicou que a Mercedes vai defender-se com recurso “a todos os meios legais”, prometendo também continuar a colaborar com as agências nos testes sobre as emissões.

No seu ‘site’, a Mercedes-Benz apresenta a tecnologia BlueTEC como reduzindo “ao mínimo as emissões de (…) motores diesel ultramodernos permitindo baixar o seu consumo”.

Este caso surge depois do envolvimento do grupo Volkswagen num escândalo de manipulação de emissões poluentes denunciado em setembro nos Estados Unidos.