Pelo segundo ano consecutivo, a Vodafone aliou-se ao Rock in Rio e fez a curadoria de um dos palcos do festival, que este ano se realiza entre os dias 19 e 29 de maio no Parque da Bela Vista, em Lisboa. O alinhamento quase completo do Palco Vodafone foi anunciado esta terça-feira no Cinema São Jorge, em Lisboa, e terá como cabeças de cartaz os canadianos Metz (27 de maio) e os Black Lips (19 de maio). A estes, irão ainda juntar-se os brasileiros Boogarins (20 de maio), originários de Goiânia, e as espanholas Hinds (29 de maio).

Além dos artistas internacionais, o Palco Vodafone, dedicado à música alternativa e independente, contará com a presença de uma banda nacional de revelo em cada dia do festival. Para dia 19 de maio, primeiro dia do Rock in Rio, estão confirmados os portugueses Keep Razors Sharp, uma “superbanda” com uma sonoridade entre o psicadelismo, o shoegaze e o pós-rock. Para os dias seguintes, 20, 27, 28 e 29 de maio, foram anunciados os Sensible Soccers, os Glockenwise, uma presença obrigatória em qualquer festival com a chancela da Vodafone, os Real Estate e B Fachada.

Por divulgar ficaram os “Vodafone Wild Cards”, a grande novidade deste ano do Palco Vodafone. Ao longo dos cinco dias do festival, este irá receber cinco bandas promissoras da cena musical portuguesa, uma por cada dia. Os seus nomes serão divulgados gradualmente na Vodafone FM.

A parceria entre o Rock in Rio e a Vodafone tem como objetivo alargar os espetro musical do festival, contribuindo para uma maior mistura de “estilos de música e de pessoas”. Na apresentação desta manhã, Roberta Medina, vice-presidente executiva do Rock in Rio, salientou o interesse que o festival sempre teve em “trazer o novo, em mostrar”. Por esse motivo, uma parceria com a Vodafone “faz todo o sentido”. “O objetivo é trazer a música alternativa para mais perto das pessoas“, referiu.