A seleção portuguesa masculina de ténis de mesa comprometeu hoje as hipóteses de se apurar diretamente para os quartos de final dos Mundiais da Malásia, ao perder frente à Polónia por 3-1.

Só com vitórias até esta quarta jornada, o selecionado luso teve poucas hipóteses hoje frente aos polacos, tendo apenas Tiago Apolónia vencido um confronto.

Para já, a equipa portuguesa, que na quarta-feira mede forças com a seleção japonesa, formação que comanda com quatro triunfos em quatro jogos, deverá garantir a presença nas oitavos de final da competição, mesmo que venha a sair derrotada frente aos nipónicos, por deter melhor diferença nos ‘sets’ do que polacos e ucranianos.

Portugal não podia ter entrado pior no encontro, com Marcos Freitas a sair derrotado claramente por Wang Zengyi por 3-0, mas respondeu no embate seguinte, com Tiago Apolónia a impor-se por 3-1 a Jakub Dyjas.

Seguiu-se nova derrota, desta vez com João Monteiro a perder diante de Daniel Gorak por 3-1, enquanto no quarto encontro Marcos Freitas ainda chegou a deixar a impressão de que o embate podia ser resolvido na ‘negra’, mas acabou derrotado por 3-2 frente a Jakub Dyjas.

A somar derrotas continua a seleção feminina, que compete na segunda divisão, tendo hoje perdido por 3-0 diante de Porto Rico. Em quatro jornadas, Portugal soma o triunfo frente à Nigéria, seleção que não compareceu nos campeonatos, e três derrotas, juntando-se ao desaire com Porto Rico as derrotas com Croácia e Índia.