“Menstruação” e “período” são os termos mais usados para a descamação das paredes internas do útero quando não há fecundação. O lado visível do período menstrual está no sangue e nas dores que perduram durante alguns dias. Apesar da naturalidade do fenómeno biológico, o assunto ainda é tabu. A prová-lo estão os inúmeros eufemismos que usamos para nos referirmos a ele.

Quem nunca ouviu a expressão “mar vermelho” ou “aquela altura do mês”? Estas são apenas duas das quase 5.000 palavras descobertas pela Clue, em conjunto com a The International Women’s Health Coalition, a partir de um inquérito mundial. O estudo debruçou-se sobre os preconceitos relacionados com falar em público sobre a menstruação e reuniu 90 mil respostas de 190 países.

Portugal foi um deles e enquadra-se na tendência mundial: as raparigas estão mais confortáveis a falar sobre o assunto com outras raparigas do que com rapazes. Das raparigas entrevistadas, 88% disse estar à vontade para falar do assunto com raparigas mas só 43% disse ter o mesmo à vontade com rapazes. No fim do inquérito, foram descobertas diferentes palavras e expressões em dez línguas diferentes. Eis algumas delas:

  • “Aquela altura do mês”
  • “Mar vermelho”/”Rio vermelho”/”Lua vermelha”
  • “Código Vermelho”
  • “O visitante do mês”
  • “Mãe natureza”
  • “Lady Time”
  • “Semana do Tubarão”
  • “Bloody Mary (Maria Sangrenta)”
  • “Strawberry week (Semana do Morango)”
  • “Os ingleses chegaram” é uma expressão usada em França, com referência às guerras com ingleses e aos supostos casacos vermelhos do exército britânico.