Manuel Damásio, ex-presidente do Benfica, foi detido esta quinta-feira pela Polícia Judiciária. Em causa estão suspeitas da prática dos crimes de branqueamento de capitais e de tráfico de influência, segundo o comunicado da Polícia Judiciária enviado às redações e que dá conta de mais um detido no âmbito da operação “Rota do Atlântico”.

Ainda de acordo com o comunicado, foi detido um homem de 75 anos, empresário do setor imobiliário. A detenção decorreu no âmbito da operação Rota do Atlântico, que levou à detenção o ex-empresário de futebol José Veiga e do sócio Paulo Santana Lopes, irmão do antigo primeiro-ministro Pedro Santana Lopes.

A operação foi levada a cabo pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC). O suspeito deverá ser esta quinta-feira presente a tribunal para aplicação de medidas de coação.

Recorde-se que José Veiga e Paulo Santana Lopes foram detidos no último dia 3 de fevereiro por suspeitas de corrupção no comércio internacional. Em causa estarão negócios no Congo, cujo dinheiro foi depois aplicado em Portugal na compra de vários bens. Foi ainda detida uma advogada que terá ajudado na concretização dos negócios.

O empresário José Veiga encontra-se em prisão preventiva. A Paulo Santana Lopes foi aplicada a prisão domiciliária com a possibilidade de apresentações periódicas se pagasse uma caução. A advogada foi libertada.