O multimilionário Babak Zanjani foi condenado à morte por corrupção, anunciaram no domingo as autoridades iranianas. Para além de Zanjani, foram condenados outros dois homens por alegadamente terem desviado fundos da companhia nacional de petróleo do Irão, refere a CNN.

Zanjani, um dos homens mais ricos do Irão, foi detido em dezembro de 2013 por alegadamente ter desviado vários milhões de euros da companhia nacional de petróleo através das suas próprias empresas. De acordo com a BBC, um dos crimes de que é acusado é o de “corrupção na terra”, que tem como pena a morte. Babak Zanjani nega todas as acusações.

O multimilionário de 42 anos foi sancionado pela União Europeia e pelos Estados Unidos da América por ajudar o Irão a escapar às sanções do petróleo. Os três iranianos podem ainda apelar à sentença.