O Podemos lançou esta manhã uma nova campanha a propósito do Dia Internacional da Mulher que tem gerado polémica nas redes sociais. Isto porque, em vez de imagens alusivas à data, os cartazes mostram os rostos do secretário-geral do partido, Pablo Iglesias, e do secretário de política e de estratégia, Íñigo Errejón.

Errejón, secretário de política e de estratégia do Podemos, foi o primeiro a partilhar um dos cartazes, provocando desde logo uma reação negativa por parte dos utilizadores do Twitter. Muitos mostraram-se indignados com a atitude dos dois membros do Podemos, não compreendendo porque é que Íñigo e Iglesias não foram capazes de ceder o protagonismo às mulheres que integram o partido.

“Não sei quem é que teve a ideia, mas é lamentável”, escreve um utilizador. “A sério que ninguém lhes disse que não era boa ideia?”, refere outro. Apesar da revolta de alguns, há quem tenha preferido encarar a questão com sentido de humor. Pela internet, já começaram a surgir cartazes alternativos. Um deles mostra a cara do cantor Julio Iglesias.

https://twitter.com/pnique/status/706888580740866049