A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) já terminou o inquérito aberto logo depois do acidente de 2 de dezembro de 2015, na autoestrada A12, entre as saídas do Pinhal Novo e do Montijo, e enviou as conclusões para o Ministério Público, noticiou a TSF, com base numa nota do secretário de Estado da Administração Interna.

O choque em cadeia, em manhã de forte nevoeiro, junto à Ponte Vasco da Gama, envolveu 17 viaturas (15 ligeiros, uma mota e um autocarro da TST) e dele resultaram 15 feridos e uma morte.

A vítima mortal, uma mulher de 55 anos que seguia sozinha num carro que capotou, só foi encontrada durante a remoção dos carros acidentados, quase três horas depois de o acidente ter ocorrido. Ainda a tentaram reanimar, mas em vão.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR