A bolsa nova-iorquina encerrou esta quinta-feira em baixa ligeira, com os investidores perturbados pelos sinais contraditórios do Banco Central Europeu (BCE), que divulgou medidas muito ambiciosas, mas com um tom de expectativa.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o Dow Jones Industrial Average perdeu 0,03% (5,23 pontos), para as 16.995,13 unidades, e o Nasdaq 0,26% (12,22), para as 4.662,16.

O índice alargado S&P 500 quase que não mudou, ao valorizar 0,02% (0,31), para os 1.989,57 pontos.

“Manifestamente, a atualidade principal foi o BCE e procuraram-se tirar conclusões dos seus anúncios”, explicou Bill Lynch, da Hinsdale Associates.

Confrontado com uma inflação em ponto morto e um crescimento débil, variáveis das quais reviu em baixa as suas previsões, o BCE não só diminuiu o conjunto das suas taxas diretoras, que já se encontravam em mínimos de um ano, como também reviu em alta o montante das suas compras de ativos mensais em 20 mil milhões para os 80 mil milhões de euros.

Mesmo que os investidores estivessem à espera de uma intensificação das medidas de apoio do banco central, não contavam com medidas tão ambiciosas e Wall Street aproveitou, seguindo a subida registadas nas praças europeias.

Porém, rapidamente, as bolsas se contraíram, “uma vez que Mário Draghi minimizou a eventualidade de próximas descidas de taxas”, mencionaram os analistas da casa de investimento Charles Schwab, referindo-se à conferência de imprensa do presidente do BCE.

Estas declarações levam os investidores a recear que o banco central começou a atingir os seus limites.

“Uma vez dissipada a euforia inicial, os investidores começaram a questionar-se em que estado está a economia europeia, se precisa de tudo isto para a estimular”, resumiu Michael James, da Wedbush Securities.

Desta forma, em Wall Street, “a única coisa certa é que a instabilidade vai imperar”, acrescentou.

“A bolsa tem estado em forma desde há algumas semanas e começa-se a admitir que subiu um pouco demais. Os investidores arriscam-se a reagir excessivamente se houver algum sinal de fraqueza” e acentuar assim a descida dos índices, admitiu.