Os suinicultores, que protestaram nesta sexta-feira em Lisboa, começaram a desmobilizar da manifestação às 21h40, com a promessa de que a luta pelo setor vai continuar.

Perante os suinicultores, concentrados na Avenida Santos e Castro, na Alta de Lisboa, Vitor Menino, presidente da Federação Portuguesa das Associações de Suinicultores, sublinhou que “o setor da suinicultura demonstrou hoje união, coesão e determinação para atingir o objetivo que é servir o país, os trabalhadores e todos aqueles que dependem deste setor”.

De acordo com este responsável, dependem deste setor cerca de 200 mil portugueses, que apenas querem “trabalhar, produzir e contribuir para a sustentabilidade de Portugal”.

Este responsável lamentou a posição do Ministério da Agricultura, que não quis receber os representantes do setor da suinicultura, demonstrando que as muitas centenas de milhões de euros que este setor produz “não são importantes para o governo, nem para o país”.