O impasse orçamental em torno da aprovação das verbas para a Turquia e a Grécia estará resolvido graças a uma “habilidade jurídica e política” do PS, que levará o PSD a abster-se e, dessa forma, viabilizar as medidas. A expressão da “habilidade jurídica e política” é de Luís Marques Mendes, que disse neste domingo que este é um “assunto arrumado”. A TSF já confirmou que o problema será ultrapassado.

“Não vai haver crise, não vai haver tempestade. O governo, com habilidade jurídica e política, resolveu, em princípio, o problema apresentando uma proposta de alteração da sua própria proposta. É mais genérica mas vai dar ao mesmo”, disse Marques Mendes, lembrando que o PSD disse que votaria contra as propostas do Orçamento mas se absteria em propostas de alteração. “Com esta habilidade, o PSD já se abstém, já não vota contra. Assunto arrumado. A habilidade jurídica e política, às vezes, faz milagres. Um milagre de São Bento.”

A TSF confirmou, entretanto, sem especificar as fontes que lhe transmitiram a informação, que, tratando-se de uma alteração da proposta, não só o PSD poderá abster-se como, diz a TSF, também os partidos da esquerda poderão, possivelmente, abster-se.