Lançamento do primeiro módulo do ExoMars 2016 em imagens

A primeira missão do ExoMars, lançou para o espaço o Trace Gas Orbiter. O objetivo é estudar o metano e outros gases da atmosfera de Marte que existem em baixas concentrações.

i

Ilustração que representa como o módulo que transporta o Trace Gas Orbiter se vai separar

ESA

Ilustração que representa como o módulo que transporta o Trace Gas Orbiter se vai separar

ESA

O lançamento da missão ExoMars 2016 foi considerado um sucesso. O foguetão Proton M foi lançado à hora prevista e antes das 10 horas a secção superior Breeze M já tinha ativado a primeira fase de propulsão, refere a Agência Espacial Europeia (ESA). São precisas mais três explosões deste tipo para o Trace Gas Orbiter (robô para a deteção de gases) chegar à órbita de Marte.

Esta é a primeira fase da missão ExoMars 2016 coordenada pela ESA. O objetivo do Trace Gas Orbiter é estudar melhor a composição da atmosfera de Marte, em particular o metano e outros gases com concentrações baixas, à procura de sinais de vida no planeta vermelho. A segunda fase da missão deve chegar a Marte em 2018.

Como é que o foguetão chegou à base de lançamento?

O foguetão Proton M foi levado até à base de Baikonur, no Cazaquistão de comboio. Aí, foi içado até à posição vertical e preparado para a descolagem.

O lançamento

Foram precisas três horas, mas às 6h30 (hora de Lisboa) o foguetão Proton M tinha o tanque de combustível cheio. Tal como previsto. Aos 21 minutos depois das 8 horas, as torres de acesso ao foguetão começaram a afastar, num processo que demorou 25 minutos.

À hora prevista, 9h31 de 14 de março, o foguetão da missão ExoMars 2016 foi lançado com sucesso. 12 minutos depois confirmavam-se a primeira, segunda e terceira separações dos componentes. Pode rever o evento de lançamento aqui.

Recomendamos

Populares

Últimas

A página está a demorar muito tempo.