A temperatura global em fevereiro registou um aumento significativo em comparação aos resultados de anos anteriores. Segundo dados da Nasa, a temperatura média do mês de fevereiro sofreu um aumento de 1,35 graus centígrados em relação à temperatura média do mesmo mês durante o período de 1951 a 1980. Os estudos da agência espacial alertaram para uma possível emergência climática.

Jeff Masters, fundador do site Weather Underground, escreveu no seu blog que estes resultados surgiram como um “verdadeiro choque e como uma forma de recordar o impacto que a contínua produção de gases com efeito de estufa pode ter na temperatura global.”

No texto, o especialista em meteorologia explicou que o aumento de temperatura no mês de fevereiro foi “drástico” e se registou tanto em terra como no mar.

Masters afirmou que o aumento da temperatura se deve, em parte, à influência do El Niño, fenómeno meteorológico que afeta principalmente o Pacífico Sul. O atual El Niño começou a formar-se em março do ano passado, como explicou o Observador.

Peter Hannam referiu que os dados “registaram a maior diferença na média de temperatura de sempre”. Este recorde havia sido batido em janeiro deste ano, quando se tinha verificado um aumento de 1,15ºC comparativamente à média do mesmo mês entre o período de 1951 e 1980

O professor do Instituto de Pesquisa do Impacto Climático, Stefan Rahmstorf, alertou para uma “emergência climática” sem precedentes que pode vir a ter um “impacto negativo na sociedade e na biosfera”.