A chanceler alemã, Angela Merkel, assegurou aos deputados alemães que a entrada da Turquia na União Europeia “não está na agenda neste momento”, um dia antes do conselho europeu que vai discutir um acordo com Ancara sobre refugiados.

“As negociações com a Turquia sobre a entrada na UE estão em aberto, não estão na agenda neste momento”, disse Merkel no Bundestag, a câmara baixa do parlamento alemão.

As condições de adesão, frisou, “permanecem iguais e não vão mudar”.

No âmbito de um acordo entre Bruxelas e Ancara para resolver a crise migratória, a Turquia propôs à UE combater a passagem ilegal de migrantes do seu território para a Grécia em troca de várias condições, entre as quais o relançamento do seu processo de adesão e a liberalização de vistos para os turcos.

Também nesse aspeto, Merkel assegurou que “as condições não mudam”.

A chanceler frisou no entanto que o plano de ação sobre refugiados com a Turquia dá à UE, “pela primeira vez”, a hipótese de encontrar uma “solução duradoura” para a crise migratória, respeita o direito europeu e internacional e constitui uma alternativa “segura para os migrantes”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A chanceler alemã admitiu que o acordo é “um compromisso” que procura responder aos interesses das duas partes e considerou “completamente compreensível” que a Turquia peça mais 3.000 mil milhões de euros para o acolhimento dos refugiados.