As previsões da taxa de ocupação nos hotéis do Porto e Norte de Portugal para a Páscoa deste ano são de 90%, disse à Lusa o Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP).

Em entrevista à Lusa a propósito da previsão da taxa de ocupação hoteleira para a Páscoa 2016, o presidente do TPNP, Melchior Moreira, disse acreditar que vai ser uma “das melhores Páscoas de sempre em termos de procura”.

“São boas as perspetivas hoteleiras para a Semana Santa no Porto e Norte de Portugal. Pelo menos no que diz respeito à ocupação hoteleira está prevista uma taxa de cerca de 90%, mais 15% do que em 2015”, adiantou aquele responsável, referindo que das mais de mil unidades hoteleiras consultadas todas têm já “taxas de ocupação a ultrapassar largamente os 80% mas com expectativas de atingir nalguns casos a lotação máxima” na Semana Santa.

“Se 2015 nos colocou no lugar cimeiros enquanto região continental que mais cresceu em termos de dormidas, com um acréscimo de 13,6%, estes primeiros resultados que temos acerca da ocupação hoteleira na Páscoa deixam-nos muito confiantes”, adianta o presidente do Turismo do Porto e Norte.

Melchior Moreira refere que apesar do ano estar ainda a começar há já grandes perspetivas para 2016 crescer.

“Se 2015 nos colocou no lugar cimeiro enquanto região continental que mais cresceu em termos de dormidas, com um acréscimo de 13,6%, estes primeiros resultados que temos acerca da ocupação hoteleira na Páscoa, deixam-nos muito confiantes”.

As celebrações da Semana Santa no Porto e Norte passam por oferecer aos visitantes eventos que vão desde as tradicionais procissões, passando por recriações da Via Sacra, missas, cerimónias de lava-pés, cortejos, vigílias pascais e concertos.

O número de dormidas da região Norte em 2015 cresceu 13,6% em relação a 2014 e o de estadas em dezembro aumentou 1,7%, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).