Várias cidades brasileiras estão a ser palco de grandes protestos contra a entrada do ex-presidente Lula da Silva para o cargo de presidente da Casa Civil, algo semelhante ao de primeiro-ministro. Desde esta quarta-feira, várias pessoas reuniram-se com cartazes, buzinas e bandeiras em pelo menos 16 estados no Brasil, a maior parte depois do horário laboral e manifestaram-se contra o convite que Dilma Rousseff endereçou a Lula da Silva e que o mesmo aceitou esta quarta-feira. Um convite que lhe dá uma espécie de imunidade, podendo apenas ser investigado pelo Supremo, quando o processo Lava Jato apertava o cerco em seu redor.

https://twitter.com/eicoisachata/status/710466079886282755

Os últimos confrontos no Brasil tinham ocorrido a 13 de março deste ano, também na sequência da controvérsia com o convite que a atual presidente do Brasil fez ao ex-presidente do país.

Embora não haja notícia de ferimentos graves, a polícia de intervenção em Brasília foi chamada para as ruas para evitar que os protestantes invadissem Congresso Nacional. A polícia chegou a utilizar cassetetes e gás pimenta para dispersar a população. O Palácio do Planalto também foi protegido pela polícia porque os manifestantes ameaçaram invadir o gabinete presidencial.

https://twitter.com/mvsmotta/status/710465974819037184

Veja as imagens dos confrontos, em constante atualização, na fotogaleria.