É oficial: o advogado belga Sven Mary vai defender em tribunal o único autor do atentado de Paris que escapou à polícia e que foi capturado esta tarde em Molenbeek.

Sven Mary foi contactado por conhecidos de Salah Abdeslam para defender em tribunal o terrorista envolvido nos ataques de Paris. A informação foi confirmada pelo próprio a vários meios de comunicação social, nomeadamente à agência de notícias Belga. “Depois da operação policial desta sexta-feira, perguntaram-me se estava disposto a defender Salah Abdeslam”, disse o advogado aos media belgas, avançando que iria responder ao convite em breve. E respondeu que sim.

Sven Mary sublinhou que nunca esteve em contacto com o terrorista, o único fugitivo dos atentados de Paris onde morreram 130 pessoas. “Tenho estado em contacto com pessoas próximas a Salah Abdeslam, mas nunca falei com ele”, esclarece o advogado. Sven Mary acrescenta que tem interesse em conhecer Abdeslam: “Quero falar pessoalmente com ele porque deve sempre ter-se algum tipo de contacto com aqueles que defendemos. Deve haver uma confiança mútua. Veremos nos próximos dias”.

Em meados de 2012, Sven Mary – conhecido dos belgas pelas entrevistas controversas – defendeu em tribunal o porta-voz do grupo “Sharia4Belgium”, uma organização salafista radical sediada na Bélgica que defendia a conversão do país numa nação islamita. Fouad Belkacem, cliente de Sven Mary há três anos, é um homem belga de origem marroquina e era suspeito de “incitar ao ódio e à violência contra um grupo de pessoas por causa das suas crenças”, isto é, contra os não-muçulmanos. Em 2015, os “Sharia4Belgium” foram considerados uma organização terrorista pelo tribunal e o cliente de Sven Mary foi condenado a 12 anos de prisão.