Uma nova sondagem do instituto de pesquisa Datafolha revela que a popularidade de Dilma Rousseff e de Lula da Silva nunca esteve tão baixa: 68% dos brasileiros apoiam a destituição de Dilma (mais 8% que no mês de fevereiro) e 57% deixaram de acreditar em Lula da Silva.

Este novo levantamento foi feito na sequência da agitação política vivida no Brasil nos últimos dias, que envolve o convite e nomeação (entretanto anulada judicialmente) do ex-Presidente para ministro da Casa Civil do Governo de Dilma Rousseff.

Esta nomeação é vista pela maioria dos inquiridos como uma manobra política. Em declarações ao jornal Folha de S.Paulo, o diretor de Pesquisas do Datafolha, Alessandro Janoni, afirma que: “A grande maioria da população descodifica o convite a Lula como uma tentativa de livrá-lo das investigações da Lava Jato e da Justiça”.

Apenas 19% acreditam que Lula da Silva tenha aceitado o cargo para ajudar o governo Dilma e, mesmo entre as classes mais baixas, Lula da Silva já é mal visto por 49% da população. E quanto maior o rendimento, menor a popularidade do ex-Presidente.