A avenida dá acesso à Cidade do Futebol, projeto da FPF que será inaugurado a 31 de março, e, para o líder federativo, “esta designação” é destinada a “todos os que contribuíram para melhorar o futebol português”.

“É um marco histórico para a Federação Portuguesa de Futebol que, durante muitos anos, ambicionou ter as cidades das seleções. Felizmente, com o apoio da Câmara [de Oeiras], estamos a concretizar o sonho dos nossos jovens. Agradeço à Câmara pelo sentido que esta designação tem para todos os que ao longo dos anos contribuíram para melhorar o futebol português através das seleções”, afirmou.

Fernando Gomes salientou ainda que a cidade do futebol é a concretização de “um sonho”. “Agradeço à população de Oeiras que, fruto dos trabalhos, viram o seu dia-a-dia prejudicado, mas, ao fim destes 17 meses, permite hoje ter um conjunto de acessibilidades mais simpáticas do que aquilo que havia no passado. Concretizámos um sonho, como sempre dissemos queríamos construir o espaço sem qualquer apoio dos fundos do estado português. Hoje vamos concretizar esta abertura de acesso à Cidade do Futebol”, sublinhou.

Já o presidente da Câmara de Oeiras, Paulo Vistas referiu que a criação desta avenida surge com o intuito de homenagear “atletas, dirigentes e colaboradores” que passaram pelas seleções.

“Oeiras pretende homenagear todos os atletas, dirigentes, colaboradores das seleções que, ao longo dos anos, deram alegrias ao povo português, com a certeza que no futuro, com esta cidade, irão continuar a dar muitas alegrias”, afirmou.