O defesa central Ricardo Carvalho vai falhar o jogo particular de futebol desta sexta-feira entre Portugal e Bulgária, em Leiria, depois de não ter recuperado da gripe que o afastara já na quinta-feira do último treino.

“Ricardo Carvalho, um dos 24 convocados por Fernando Santos para os desafios frente à Bulgária e à Bélgica, não acompanhou a equipa para o jogo desta sexta-feira com os búlgaros”, refere a Federação Portuguesa de Futebol.

Na mesma nota, publicada no seu sítio oficial, a FPF adianta que a comitiva portuguesa viajou ao final da manhã para Monte Real, onde estagia até perto da hora de jogo, e que Ricardo Carvalho, “ainda com sintomas de gripe, ficou em Lisboa”.

Os bilhetes para os jogos particulares, com a Bulgária hoje e com a Bélgica na terça-feira, ambos em Leiria, estão esgotados, revelou a Federação Portuguesa de Futebol.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O jogo com a Bélgica estava inicialmente previsto para Bruxelas, mas os atentados de terça-feira na capital belga levaram ao cancelamento do encontro e, posteriormente, à sua deslocação para o Estádio Municipal de Leiria, com capacidade para quase 24.000 pessoas.

Esta situação levou também a que os bilhetes válidos para o jogo com a Bulgária sejam também os mesmos para a partida com a Bélgica, a qual contará com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

O jogo de hoje, agendado para as 20:45, e o de terça-feira, com início às 19:45, serão antecedidos de um minuto de silêncio em memória das vítimas dos atentados, que foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

No Euro 2016 Portugal integra o grupo F, com Islândia, Hungria e Áustria. O jogo com a Bulgária, agendado para hoje às 20:45, será o primeiro de cinco testes antes da fase final do Euro 2016.