A GNR está a investigar as circunstâncias do desaparecimento de um homem de 54 anos em Fão, Esposende, ao mesmo tempo que continuam as buscas no rio Cávado, informou este domingo fonte daquela força policial à agência Lusa.

“Supostamente, o homem ter-se-á atirado ao rio, mas estamos a investigar para despistar todas as hipóteses”, acrescentou a fonte.

O homem desaparecido é residente em Paradela, Barcelos, e o seu automóvel foi encontrado, aberto, junto à ponte de Fão, em Esposende. A viatura foi entretanto recolhida para o parque da GNR.

O alerta do desaparecimento foi dado pouco depois das 00h00 de hoje, por familiares.

Nas buscas, que decorrem na água e nas margens do rio Cávado, estão envolvidos meios da GNR, Polícia Marítima, Instituto de Socorros a Náufragos e bombeiros de Esposende e Fão.

As buscas decorrem desde o estuário do rio até 500 metros a montante da ponte de Fão.