Um tiroteio no bairro Cova da Moura, na Amadora, resultou num morto e num ferido grave na noite de domingo. PSP e bombeiros foram mal recebidos pelos moradores e foram obrigados a retirar as vítimas do local para fazer as manobras de reanimação fora do bairro, apurou o Observador junto de fonte policial.

De acordo com fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Lisboa, o alerta para uma “agressão com arma de fogo”, na Rua dos Anjos, foi dado às 20h59. Testemunhas contaram à PSP que foram dois homens os autores dos disparos e que usaram caçadeiras de canos serrados.

Polícias e os bombeiros da Amadora encontraram dois homens feridos caídos no chão. “Os meios de socorro foram mal recebidos e fomos obrigados a retirar as vítimas do bairro para proceder às manobras de reanimação”, disse fonte da PSP.

Uma das vítimas, de 28 anos, acabou por morrer. Junto a si foram apreendidas 16 gramas de cocaína, o que leva as autoridades a suspeitarem de um ajuste de contas. Por se tratar de um homicídio, o caso passa agora para a Polícia Judiciária.

O ferido grave, de 25 anos, foi transportado para o Hospital de Santa Maria, Lisboa. Segundo fonte do hospital “sofreu ferimentos na face e numa nádega” e foi sujeito a uma intervenção cirúrgica. Esta manhã de segunda-feira estava internado na Unidade de Cuidados Intensivos.

No local deslocaram-se elementos e meios dos Bombeiros da Amadora, da PSP e do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), no total de quatro veículos e oito operacionais.

(artigo atualizado a 28/03/2016 às 9h30)