Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A mesa está pronta: uma chávena de chá verde acompanhada com ananás e algumas fatias de queijo e fiambre. Uma conjugação estranha aos olhos dos hóspedes do Lisboa Plaza Hotel mas bem familiar para Valérie Orsoni, autora do livro A Dieta LeBootCamp, que acaba de ser lançado em Portugal. “Se comeres ananás em jejum tens de acompanhar com fiambre ou queijo para contrabalançar o índice glicémico”, começa por explicar num inglês típico de quem atualmente vive nos Estados Unidos.

“Aprendi tudo isto quando fui para a biblioteca com o meu pai devorar livros sobre nutrição. Depois de experimentar mais de 40 dietas sem resultado, queria compreender melhor o meu excesso de peso”, diz a autora ao Observador. A luta contra um cancro no cérebro deu-lhe o incentivo que precisava para criar o LeBootCamp, um programa de emagrecimento online que virou livro em 2015. É neste último que, através de quatro fases (detox, ataque, fortalecimento e manutenção), Valérie ensina a limpar o corpo de toxinas, a combater a gordura, a acelerar a perda de peso e a adotar um estilo de vida saudável com exercícios e receitas portuguesas — um exclusivo da edição nacional.

Dieta Le Bootcamp

O livro foi publicado pela Clube do Autor e custa 17€.

Hoje, o seu programa já conta com mais de 1,2 milhões de seguidores em 38 países e a especialista em nutrição já teve a oportunidade de aplicar o seu método a celebridades como Jennifer Aniston, Demi Moore e Kim Kardashian. “Não estou autorizada a falar sobre isso”, diz Valérie Orsoni. “Assino contratos de confidencialidade e há outros nomes de estrelas que não posso mencionar.” No entanto, a autora decidiu partilhar com o Observador oito dicas importantes e originais para perder aqueles quilos mais resistentes e teimosos. Tome nota:

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Compre alimentos de que não gosta

“No meu primeiro dia em Portugal, trouxeram-me chá com bolachas. Como eu não tenho força de vontade, quando tenho bolachas à minha frente, já sei que vou comê-las. Aqui pedi para as levarem de volta mas, em casa, não vou resistir à tentação”, conta Valérie. Desta forma, a especialista em nutrição defende que só devemos comprar doces de sabores que não gostamos para nunca cair nas armadilhas que se escondem nos armários. “Compro bolo de café porque a minha família adora e eu não gosto.” Se lhe apetecer uma gulodice, compre-a no momento e não armazene tentações em casa.

Mantenha um blogue

Uma plataforma pública onde pode partilhar as várias etapas da perda de peso é tudo o que precisa para ter a certeza que não se desvia do seu objetivo. A partir daí, vai sentir uma maior pressão para não desiludir os seguidores que estão a acompanhar a sua evolução. “Mantenho um blogue público e um privado onde anoto o meu peso, gordura corporal, medida da coxa e da cintura”, confessa Valérie.

Faça um álbum fotográfico da perda de peso

A coach de celebridades como Jennifer Aniston, Demi Moore e Kim Kardashian sugere que deve tirar uma fotografia todas as semanas, no mesmo lugar e com a mesma roupa. “Fotografar a perda de peso ao longo do tempo é importante uma vez que somos as últimas pessoas a perceber que emagrecemos porque nos vemos ao espelho todos os dias. Os nossos amigos vão perceber, a nossa família também mas nós somos sempre os últimos”, explica Valérie Orsoni. A solução passa por tirar fotografias de ângulos diferentes para, no fim, apreciar os resultados.

View this post on Instagram

????FR???? Voilà ce qui se passe quand on prend ses kilos en main avec une approche complète : nourriture gourmande et équilibrée (viva #LeBootCamp !) + motivation + fitness original (hello #LeBodyChallenge !) et l'aide d'une coach fitness en plus et zou. Bravo ma belle @sonia_fitmum_lbc . Je suis trés fière de toi ! Et ravie de d'avoir rencontrée ???? forzaaa on continue ! … …. … ????EN???? Here is what happens when you take action against the bulge with a complete program: yummy and balanced diet (viva LeBootCamp) + motivation + original fitness (hello LeBodyChallenge, coming in English in 10 days!) and the help of a fitness coach. Bravo my dear. I am so proud of you! Elated to have met you ???? forzaaa we keep on going…..

A post shared by ????????????é???????????? ???????????????????????? – ???????????????????????????????????????? ???? (@valerieorsoni) on

Use hortelã para suprimir o apetite

“Basta mastigar uma pastilha elástica com sabor a menta ou lavar os dentes no fim de uma refeição para perdermos a vontade de comer uma sobremesa”, explica a autora d’A Dieta LeBootCamp. No livro, Valérie ainda recomenda que devemos mastigar uma pastilha elástica antes de ir jantar para passarmos os primeiros minutos a mascar em vez de comermos por impulso. “Estudos empíricos têm demonstrado que esta dica pode ajudar a mitigar o apetite em 25%.”

Compre uma peça de joalharia quando for bem sucedida

E quem diz joias diz também uma nova peça de roupa ou um jantar fora. “Ofereça a si própria uma espécie de recompensa pelos objetivos que já concretizou durante a jornada de perda de peso”, conta Orsoni. Se precisar de um lembrete adicional, compre uma pulseira com amuletos que faça barulho para não perder o incentivo de lutar por uma vida mais saudável.

Tome um chá no fim de cada refeição

Se gosta de terminar a refeição com uma sobremesa mas quer (mesmo) perder peso, beba uma chávena de chá doce no fim do prato principal. “Uma agradável chávena de chá é o meu sinal absoluto de que a refeição terminou. E, para ajudar a manter o ventre liso, geralmente tomo uma infusão de hortelã fresca (sem adição de chá preto ou verde, nem de leite), que reduz o inchaço”, escreve Valérie Orsoni no livro.

Use sempre um cinto

“Eu uso sempre um cinto porque este é dos poucos acessórios que nos diz quando estamos a comer demasiado. Começamos a sentirmo-nos desconfortáveis e com vontade de o desapertar”, diz a autora. Ah, e tenha sempre como objetivo principal baixar um furo desse cinto. É a forma mais fácil que existe para acompanhar a perda de peso sem balança ou fita métrica.

Deixe uma fotografia no frigorífico

“Sempre ouvi dizer que devemos ter uma fotografia de uma pessoa com excesso de peso colada na porta do frigorífico para perdermos a vontade de comer em excesso mas isso é mentira e vai funcionar de forma oposta. O cérebro associa essa imagem ao nosso corpo e pensa que ele deve ser assim”, conclui. Desta forma, deve fazer exatamente o contrário se quiser perder peso: procure uma fotografia de um corpo de sonho, cole o seu rosto nessa foto e pendure a montagem na porta do frigorífico. Valérie Orsoni garante que é meio caminho andado para seguir um estilo de vida saudável.