O que é que o cante alentejano e o rock têm em comum? Aparentemente, nada. Mas no festival de verão Bons Sons há espaço para tudo. E já estão confirmadas mais 6 atuações em Cem Soldos, perto de Tomar.

[veja aqui os Alentejo Cantado]

A viola campaniça junta-se às vozes de 8 alentejanos no grupo Alentejo Cantado. Isto no mesmo cartaz que apresenta a dupla Ed Rocha Gonçalves e Catarina Salinas, os Best Youth, que levam as canções do mais recente “Highway Moon”. Os Sensible Soccers apresentam-se no no festival com um álbum acabado de editar, “Villa Soledad” e as irmãs Pega Monstro levam o Punk Rock até ao palco do Bons Sons.

Sapateado e canções pop, é o que se pode esperar do trio Les Crazy Coconuts. Já Madalena Palmeirim leva as suas composições alternativas, numa mistura entre folk, country e indie pop. E os LODO mostram as suas artes, que passam até por uma reinterpretação dos princípios do rock progressivo.

[vídeo de Black Eyes, dos Best Youth]

Para algo completamente diferente, na área da arquitetura e do design, a organização do Bons Sons lança novamente o desafio da criação do Eira Lounge Pavillion. A 31 de março pode começar a apresentar a sua ideia para a estrutura do palco.

O projeto vencedor, além do prémio monetário, verá concretizada a sua obra. Tal como na edição anterior, será possível ver os projetos submetidos a concurso durante o Bons Sons.