O Capitólio esteve fechado pelo segundo dia consecutivo, avança a Reuters. O motivo, indica a mesma fonte, foram dois pacotes suspeitos encontrado pelas autoridades no local. Embora a polícia ainda não tenha avançado pormenores, uma equipa de detonação de bombas esteve no Capitólio. De acordo com o New York Daily, um dos pacotes que estava a preocupar as autoridades não representa perigo e estava localizado na esquina com a First Street com East Capitol Street.

A outra embalagem, entretanto analisada, estava na North Side Plaza, no edifício Jefferson, reportam os porta-vozes do centro legislativo norte-americano. O edifício do Capitólio não esteve encerrado: apenas a zona sul do complexo é que esteve delimitada. Ainda assim, escreve o The Washington Post, muitas ruas estiveram intransitáveis e agora voltaram a abrir.

Na segunda-feira, as autoridades viram-se obrigadas a fechar o edifício depois de um homem ter sido alvejado após ter apontado uma arma aos polícias no Centro de Visitas do Capitólio. O homem foi identificado como sendo Larry Dawson, do estad0 norte-americano do Tennessee, que já era conhecido pelas autoridades. De acordo com o USA Today, Dawson está agora acusado dos crimes de ameaça com arma mortal e ameaça com arma a um agente da polícia. Em outubro, o mesmo indivíduo ter-se-á declarado “profeta de Deus” na Câmara dos Representantes.