A EPAL anunciou um resultado líquido positivo de 47,1 milhões no ano de 2015, cerca de sete milhões abaixo do montante conseguido em 2014, considerado o melhor ano de sempre na empresa.

Numa nota, a Empresa Portuguesa de Águas Livres (EPAL), que abastece diretamente a cidade de Lisboa, divulgou a aprovação do seu Relatório e Contas do Exercício de 2015 na Assembleia Geral realizada na segunda-feira, com um resultado líquido positivo de 47,1 milhões de euros.

Em 2014, a empresa tinha atingido um resultado líquido positivo de 54 milhões de euros, resultado que considerou então como “o melhor dos 147 anos de história da empresa”. Em 2013, o lucro da EPAL tinha sido de 40 milhões de euros.

O relatório de 2015 refere a redução do endividamento da empresa em 18 milhões de euros, um resultado que, segundo a empresa, foi atingido devido a um conjunto de “medidas de redução de gastos”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em 2014, a empresa também tinha reduzido o endividamento em 18 milhões de euros, representando uma diminuição de 9% face a 2013.

No ano passado, a empresa de distribuição de água realizou um investimento de 10 milhões de euros, financiado integralmente por verbas próprias provenientes da atividade que desenvolve, não tendo recorrido “a nenhum novo financiamento” nem recorrido a fundos comunitários.

A EPAL destacou o desenvolvimento de produtos transacionáveis de tecnologia própria e sistemas de controlo de gestão de redes, como o ‘WONE’, para diminuição das perdas de água na rede, e salientou que o resultado permitiu apoiar famílias carenciadas com descontos até aos 94%, através do Tarifário Social, e descontos para famílias numerosas, através do Tarifário Familiar.