A Rapariga Afegã, como ficou conhecida, a fotografia que foi capa da National Geographic em 1985, deu fama a Steve McCurry e tornou-se uma das imagens de marca da revista — e um dos retratos mais famosos de todo o mundo.

best-magazine-covers10

O norte-americano Steve McCurry, nascido em 1950, é desde essa altura um dos fotógrafos contemporâneos mais icónicos, com dezenas de livros publicados, quatro distinções no World Press Photo e uma Medalha de Ouro Robert Capa.

A Índia sempre foi um dos países de eleição para a maior parte dos seus trabalhos e é precisamente “India” o título da exposição individual do fotógrafo em Lisboa, a partir de 9 de abril na Barbado Gallery, em Campo de Ourique.

O próprio fotógrafo vai estar presente na inauguração desta que é a sua primeira exposição a solo em Portugal e que reúne vinte obras, “todas elas fruto de uma das suas paixões mais antigas – o subcontinente indiano”, lê-se no comunicado da galeria.

As fotografias, tiradas entre 1983 e 2010, incluem desde “paisagens mais monumentais a retratos mais intimistas e comoventes” e todas elas integram o livro com o mesmo nome da exposição, lançado recentemente pela Phaidon Press.

McCurry estudou Cinema numa universidade da Pensilvânia antes de trabalhar para um jornal local. Tornou-se freelancer e começou a viajar pelo mundo – com a Índia como destino preferido. Na bagagem levava pouco mais que algumas roupas e película.

A exposição na Barbado Gallery, que em setembro também trouxe a Lisboa Martin Parr, outro dos grandes nomes da fotografia contemporânea, tem entrada gratuita e pode ser vista até 9 de Junho.

A galeria funciona de terça a sábado, das 11h00 às 20h00.