Mudar de país é sempre um desafio e o choque cultural pode ser grande. Uma pesquisa prévia sobre o país de destino é um passo imprescindível. O Huffington Post decidiu ajudar norte-americanos que estejam a considerar mudar-se para Portugal e elencou dez conselhos para que a adaptação às terras lusas seja mais fácil. O artigo foi escrito por Dimitris Vlachos, um norte-americano que vai-se mudar para Portugal e alerta que chegar ao nosso país não é simples a partir de grande parte das cidades dos Estados Unidos, mas que vale a pena o esforço.

Eis as suas dez dicas:

  1. Arranjar emprego antes da mudança A economia não está famosa e a taxa de desemprego é alta, mas há vagas no setor do turismo para pessoas qualificadas que falem outras línguas (principalmente inglês). O ideal é arranjar um contrato de trabalho antes de entrar no país.
  2. Portugal é um país mais “socialista” que a América – Este ponto refere-se ao acesso gratuito a serviços públicos de saúde, desde que se esteja inscrito na Segurança Social.
  3. É preciso aprender português – Ainda que a maioria das pessoas mais novas fale inglês ou, mesmo quando não falam, se esforcem para ajudar, as pessoas mais velhas não costumam falar outras línguas. Por isso, e porque falar a língua a ajuda a perceber melhor a cultura, Dimitris Vlachos aconselha que o léxico abranja mais que “bom dia” e “obrigado”.
  4. Tempo não é dinheiro – Em Portugal “tempo é tempo. E passa muito devagar”. Os portugueses vivem a vida a um ritmo mais lento, quer seja pelos longos almoços ou pela excessiva burocracia, o melhor é estar preparado para esperar.
  5. Comida é Deus – A comida é quase sagrada em Portugal. E se a comida fosse uma religião, o Deus seria certamente o bacalhau. Ainda assim, a variedade é muita e inclui peixe, carne e marisco. Para os mais gulosos, os pastéis de Belém são indispensáveis.
  6. As conversas normais parecem brigas – Os portugueses tendem a falar num tom entusiasmado, que às vezes pode ser visto como agressivo. Mas, no geral, diz Dimitris, somos um povo pacífico.
  7. Nem sempre está sol – Ainda que o clima ameno seja um dos grandes atrativos do país, desengane-se quem pensa que pode prescindir de um casaco quente e apropriado para a chuva. Principalmente quem quer ir viver para o norte do país.
  8. O café é sempre expressoPara quem está habituado às 100 variedades de cafés do Starbucks, o café português pode causar estranheza. Bebe-se sempre expresso e custa menos de um euro. Starbucks são raros no país (bem, já não será tanto assim, caro Dimitris).
  9. A família vem sempre primeiro – Os portugueses têm uma relação próxima com a família e o conceito de família é mais abrangente do que em muitos países. As famílias são numerosas e incluem primos, tios, sobrinhos, avós, tios-avós e tantos outros graus de parentesco.
  10. Em Portugal, sê português Este último conselho refere-se mais a dicas práticas para o dia a dia como dar preferência aos transportes públicos, ter cuidado com os taxistas e verificar sempre se ligam o taxímetro, manter os bens pessoais sempre por perto e, na dúvida, mais vale adotar um estilo mais formal – esta última dica é para o ambiente profissional.

Todas as outras coisas que podem marcar a estadia em Portugal podem, e devem, ser descobertas com tempo.