As portagens no Túnel do Marão, que brevemente ligará Amarante a Vila Real, vão custar entre os 1,95 euros para os veículos classe 1 e os 4,90 para os de classe 4, disse esta terça-feira fonte oficial.

De acordo com a fonte as portagens a praticar na Autoestrada do Marão são de 1,95 para veículos de classe 1, de 3,40 (classe 2), 4,40 (classe 3) e 4,90 (classe 4).

O empreendimento, que está em fase de conclusão e abrirá ao público em breve, irá ligar de forma mais rápida e segura Amarante a Vila Real, permitindo a ligação por autoestrada entre o Porto e Bragança (A4).

Os sistemas de portagens, pórticos idênticos aos instalados nas antigas SCUT, estão colocados junto ao nó da Campeã, perto de Vila Real.

A fonte referiu ainda que, nesta autoestrada, se vão aplicar os descontos praticados nas ex SCUT, nomeadamente para os veículos de mercadorias 10% no período diurno, 25 % no período noturno, fins de semana e feriados. Os motociclos terão um desconto de 30% (com utilização de dispositivo eletrónico).

Desde o início que o projeto desta autoestrada prevê o pagamento de portagens, no entanto, numa região onde as empresas e utentes se queixam de pagar as portagens “mais caras do país” na A24 (Viseu, Vila Real, Chaves), reivindicavam “valores mais acessíveis e competitivos” para a nova via.

O preço da portagem previsto para a Autoestrada do Marão, aquando do arranque da obra há sete anos, era de cerca de três euros.

A fonte salientou que as portagens se justificam devido à existência de uma via alternativa, o Itinerário Principal 4 (IP4), que se vai manter em funcionamento, e porque se trata de “uma obra de extraordinária dimensão, com um investimento financeiro muito significativo”.

Apesar da portagem, os empresários de Vila Real acreditam que a viagem que vai passar pelo túnel rodoviário de quase seis quilómetros “vai compensar” devido à segurança e a uma maior rapidez na viagem, ainda devido aos custos do combustível e o desgaste dos veículos com a subida da serra do Marão, pelo IP4.

O IP4 é uma via sinuosa, considerada perigosa e que, ao longo dos anos, tem sido palco para muitos acidentes, vários com vítimas mortais.