Guatemala

Guatemala. Cônsul português nos Panama Papers

Juan Manuel Díaz-Durán Méndez fundou e é sócio da Díaz-Durán y Asociados, que estará envolvida num esquema de uma criação de offshore para a narcotraficante Marllory Chacon.

Autor
  • Hugo Tavares da Silva

Juan Manuel Díaz-Durán Méndez, cônsul honorário de Portugal na Guatemala e deputado do país, está associado ao Panama Papers, conta o DN. A ligação de Méndez ao escândalo dos paraísos fiscais terá a ver com a relação entre o seu escritório de advogados e a Mossack Fonseca, que está no centro do furacão.

Méndez fundou e é sócio da Díaz-Durán y Asociados, que estará envolvida num esquema de criação de uma offshore para a traficante de droga Marllory Chacon — a empresa chama-se Brodway Commerce Inc e foi fundada em 2008. A “Queen of the South”, como é conhecida na Guatemala, entregou-se o ano passado nos Estados Unidos, onde terá sido uma peça chave numa investigação. Em troca, Marllory Chacon Rossell obteria discrição: o juiz não diria o tempo e data de libertação da narcotraficante, contava então a BBC.

No domingo, dia em que estalou o escândalo, o jornal Prensa Libre já dava conta das ligações de Marlloy Chacón Rossel à Mossack Fonseca, juntando-se ainda um nome extra: Francisco Palomo, ex-magistrado do país (assassinado em junho de 2015). A peça do jornal da Guatemala já referia a Díaz Durán y Asociados: “A empresa [Brodway Commerce Inc.] foi incorporada pela Mossack Fonseca no Registo Público do Panamá em outubro de 2008, para a seguir vendê-la. No final desse ano, o advogado Francisco Palomo reservou-a por intermédio de representantes da firma de advogados na Guatemala Díaz Durán y Asociados”.

Segundo o jornal local La Hora, o escritório de advogados Díaz-Durán y Asociados reagiu num comunicado, negando ter tido relação direta ou indireta com Marllory Chacón Rossel.

O mesmo jornal revela que o cônsul honorário de Portugal na Guatemala tem tido peso no país. Em 2010, por exemplo, participou na eleição dos magistrados para a Suprema Corte de Justiça, assim como para o Ministério Público. Mendéz foi também fundador da Faculdade de Direito e Justiça da Universidade de San Pablo da Guatemala.

Mendéz é licenciado em Ciências Jurídicas e Sociais e tem pós-graduações em Direito Internacional Privado e Propriedade Intelectual — estas duas últimas em Espanha. De regresso à Guatemala, tornou-se mestre em Direito Económico Mercantil e em Direito Parlamentar. A informação está na sua página do escritório de advogados que fundou.

Juan Manuel Díaz-Durán Méndez foi nomeado cônsul honorário de Portugal em setembro de 2012, através de um despacho assinado por Paulo Portas, o então ministro dos Negócios Estrangeiros.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PS

O terrível regresso da "Europa da troika" /premium

Miguel Pinheiro

Nas eleições europeias, o PS é contra a "Europa da troika", contra a "Europa dos populistas" e contra a "Europa do Brexit". Ou seja: é uma soma de confusões, contradições e baralhações.

Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Venezuela

Um objeto imóvel encontra uma força imparável

António Pinto de Mesquita

Num dos restaurantes mais trendy de Madrid ouve-se o ranger de um Ferrari que para à porta. Dele sai um rapaz novo, vestido com a última moda. Pergunta-se quem é. “É filho de um general venezuelano”.

Enfermeiros

Elogio da Enfermagem

Luís Coelho
323

Muitos pensam que um enfermeiro não passa de um "pseudo-médico" frustrado. Tomara que as "frustrações" fossem assim, deste modo de dar o corpo ao manifesto para que o corpo do "outro" possa prevalecer

Poupança

O capital liberta

André Abrantes Amaral

É do ataque constante ao capital que advêm as empresas descapitalizadas, as famílias endividadas e um Estado sujeito a três resgates internacionais.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)