Panama Papers

Stanley Kubrick ou Sarah Ferguson. Há mais celebridades envolvidas nos Panama Papers

Sarah Ferguson, Simon Cowell, Heather Mills, Mark Thatcher, Jackie Chan ou Stanley Kubrick são algumas das celebridades que surgem nos documentos do caso "Panama Papers".

Sarah Ferguson e o príncipe André casaram em 1986 e divorciaram-se em 1996

AFP/Getty Images

São várias as celebridades que recorreram à firma de advogados Mossack Fonseca para criar empresas offshore. O Telegraph dá conta de, pelo menos, mais dez: a duquesa de Iorque, Sarah Ferguson, o músico Simon Cowell, a ex-mulher de Paul McCartney, Heather Mills, Mark Thatcher (filho de Margaret Thatcher), o ator Jackie Chan, o realizador Stanley Kubrick, entre outros.

A empresa ligada a Sarah Ferguson, é a Essar Company Inc, que era gerida por uma empresa suíça. Um porta-voz da duquesa já veio dizer que Sarah Ferguson sempre divulgou os rendimentos na sua declaração de IRS. Não existem suspeitas de ilegalidade, escreve o Telegraph.

O músico Simon Cowell tem duas empresas, a Southstreet Limited e a Eaststreet Limited, nas Ilhas Virgens Britânicas. O seu porta-voz veio explicar que as empresas nunca foram utilizadas e que estavam, desde 2007, “dormentes”.

Já a empreendedora e ex-mulher de Paul McCarney, Heather Mills, era uma das acionistas da empresa Water 4 Investment Ltd, originalmente criada para produzir comida saudável. Mas Mills afirmou que o investimento dela na empresa acabou depois de uma longa batalha judicial, onde perdeu milhões de dólares. Ao Guardian, disse que tem cumprido sempre com as suas obrigações fiscais e que se for investigada vai ser impossível acusá-la.

Mark Thatcher, filho da ex-primeira-ministra do Reino Unido, Margaret Thatcher, também é um dos nomes envolvidos, porque é o único beneficiário de um consórcio que detém uma casa na ilha de Barbados, onde a sua família passa férias todos os anos. Mark Thatcher ainda não fez nenhum comentário.

O aristocrata escocês Lord Glenconner (já falecido, era amigo da Princesa Margarida), era proprietário de uma casa na ilha de Santa Lúcia e os seus ativos estavam a ser geridos pela empresa offshore Beau Estates. O realizador Stanley Kubrick (também já falecido), surge nos documentos porque, após a sua morte, as suas filhas passaram uma propriedade que detinham para três empresas registadas nas Ilhas Virgens Britânicas, poupando centenas de milhares de dólares em impostos

O jogador de futebol do Chelsea, Willian, também surge nos documentos, bem como o ator Jackie Chan, que deteve, pelo menos, seis empresas offshore, nas mesmas ilhas. O jogador de golfe Nick Faldo e o ex-jogador de futebol Andy Cole são outras das novidades, que se juntam a nomes como o jogador do Barcelona, Lionel Messi, ou ao do realizador espanhol Pedro Almodóvar.

Agora que entramos em 2019...

...é bom ter presente o importante que este ano pode ser. E quando vivemos tempos novos e confusos sentimos mais a importância de uma informação que marca a diferença – uma diferença que o Observador tem vindo a fazer há quase cinco anos. Maio de 2014 foi ainda ontem, mas já parece imenso tempo, como todos os dias nos fazem sentir todos os que já são parte da nossa imensa comunidade de leitores. Não fazemos jornalismo para sermos apenas mais um órgão de informação. Não valeria a pena. Fazemos para informar com sentido crítico, relatar mas também explicar, ser útil mas também ser incómodo, ser os primeiros a noticiar mas sobretudo ser os mais exigentes a escrutinar todos os poderes, sem excepção e sem medo. Este jornalismo só é sustentável se contarmos com o apoio dos nossos leitores, pois tem um preço, que é também o preço da liberdade – a sua liberdade de se informar de forma plural e de poder pensar pela sua cabeça.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: apimentel@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)