34% de votos para o PS, menos sete décimas que no anterior barómetro. 32% para o PSD que mantém os mesmos valores. 9,7% para o Bloco de Esquerda. A CDU a continuar como quarta força política, com 8,3%. E o CDS, agora liderado por Assunção Cristas, a cair para 7,7%. Seriam estes os resultados da votação se as eleições legislativas fossem hoje, segundo um novo estudo da Eurosondagem para o Expresso e a SIC.

O estudo, que teve lugar entre os dias 7 e 13 de abril com 1026 entrevistas, analisa ainda a popularidade dos principais líderes políticos. E Marcelo, na primeira avaliação após a tomadas de posse, surge com um registo positivo muito acima dos habituais nestes estudos: 55,5%. A outra estreia do barómetro, Assunção Cristas, nova líder do CDS, surge com mais de 11 % de saldo positivo.

António Costa, apesar das últimas polémicas, também sobe bastante, cinco pontos, para quase 24%. A subir está igualmente Catarina Martins com mais de 17%. Passos, reeleito líder do PSD, sobe, mas ligeiramente, e nem chega aos 10%.O único a cair é o comunista Jerónimo de Sousa, com valores positivos mas pouco acima dos 6%.