A Agência Mundial Antidoping suspendeu hoje a acreditação do laboratório de Lisboa, com “efeitos imediatos”, proibindo-o de realizar qualquer análise de urina e sangue.

“A suspensão, que tem efeito imediato, proíbe o laboratório de realizar quaisquer atividades antidoping relacionadas com a AMA, incluindo todas as análises de amostras de urina e sangue.

Nos termos do artigo 13.7 do Código Mundial Antidoping, o laboratório poderá apelar da decisão para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) no prazo de 21 dias a contar da receção da notificação.