O primeiro voo entre Paris e Teerão dos últimos oito anos aterrou neste domingo na capital da República Islâmica do Irão, levando a bordo um ministro do Governo francês de uma delegação empresarial. A ligação aérea entre os dois países estava suspensa desde 2008 devido às sanções internacionais impostas ao Irão pelo seu controverso programa nuclear.

As sanções foram levantadas na sequência de um acordo com as potências internacionais envolvidas neste ‘dossier’ e em vigor há três meses. O voo AF738 proveniente de Roissy-Charles de Gaulle aterrou no aeroporto internacional de Teerão Imã Khomeni às 15:30 (hora de Lisboa), 20 minutos antes do previsto.

O ministro dos Transportes francês, Alain Vidalies, seguia a bordo acompanhado por uma delegação de 15 empresários, que vão permanecer dois dias na capital iraniana. Na cerimónia de boas-vindas, Vidalies disse estar “orgulhoso com o reinício destes voos diretos” e que “uma ligação aérea entre Paris e Teerão (…) é crucial (…) para estabelecer parcerias”.

Na resposta, o vice-ministro dos Transportes iraniano, Ali Abedzadeh, também se congratulou com a retoma das ligações entre as duas capitais. As companhias Alitalia, italiana, e Lufthansa, da Alemanha, já voam para Teerão, e a British Airways deverá retomar as ligações Londres-Teerão em julho.